Festa da Família Passionista

O P. José Joaquim Queirós de Sá, Passionista, tomou posse da Paróquia de Nossa Senhora da Graça no dia 9 de julho de 1967, dia dedicado pela sua Congregação a Nossa Senhora Mãe da Santa Esperança. Nesse dia, a Paróquia de Palhais/Santo António renasceu, uma vez que estava sem Pároco há mais de 200 anos, segundo rezam as crónicas de então.

Padre José Queirós e a jornalista Inês Carranca

50 anos depois, este sacerdote regressou à Paróquia para participar na celebração do ano jubilar. D. José Ornelas presidiu a eucaristia campal, acompanhado por diversos sacerdotes Passionistas, na Quinta do Porto da Ramagem (Coina), emprestada para a Festa.

Como se impunha, pela importância da efeméride, foi grande a adesão da população que se juntou para celebrar a fé e agradecer a Deus a presença de párocos passionistas. Vieram vários autocarros do Norte, uma vez que a Festa de Celebração dos 50 anos de Paróquia e de Presença Passionista no Barreiro foi, simultaneamente, Festa da Família Passionista – habitualmente realizada em Santa Maria da Feira.

Na sua homilia, D. José recordou que os Missionários Passionistas vieram para um território que estava esquecido e que era/é campo de missão. Agradeceu o seu trabalho e exortou às pessoas para não se acomodarem e trabalharem juntas pelo Projeto de Jesus.

Na celebração eucarística, embelezada pelo Coral Orfeónico São Gabriel e Life Teen, foram enviadas 5 jovens leigas para a Missão Passionista de Calumbo (Angola) e benzida uma estátua de São Paulo da Cruz que será colocada na Igreja de Santo António da Charneca.

A Paróquia ofereceu ao Bispo de Setúbal e ao Primeiro Pároco Passionista uma imagem de São José a dormir, à qual o Papa Francisco tem grande devoção. Essa imagem representa o momento em que José escuta a voz de Deus e decide cumprir a sua vontade. A partir daí, D. José convidou os presentes a não terem medo de avançar no sonho de uma Paróquia viva, de discípulos e missionária, ao estilo de Jesus.

Após o almoço, preparado pelos Escuteiros, foi partido um grande bolo, oferta da pastelaria Santo André, entre as centenas de pessoas presentes. Seguiu-se um momento de convívio e música no local embelezado pelo Caminho Neocatecumenal e Renovamento Carismático, com a presença da Banda de Louvor da CCLX, da fadista Marlene, do Grupo de Cantares Modalentejo e do Tó Zé que animou o baile. A Inês Carranca, jovem repórter da RTP, apresentou toda a festa transmitindo grande alegria ao momento.

Na noite do sábado anterior, 8 de julho, cerca de duas centenas de pessoas juntaram-se junto à Capela de Coina para adoração do Santíssimo, organizada em formato “XLT”, pelo Life Teen e com a presença do Fernando Baptista, perito em evangelizar através do riso.

XLT na noite do dia 8 de julho

O Jubileu desta Paróquia foi uma Graça de Deus que trouxe uma grande alegria para os paroquianos, agora com novo vigor para viver um melhor discipulado, em ambiente de esperança, sabendo que Deus continua a caminhar na história da Paróquia de Palhais/Santo António.

Todo o ano foi marcado por diversos momentos importantes, que fizeram a Paróquia encontrar-se nas dimensões espiritual, celebrativa, formativa, missionária, evangelizadora e social. Um caminho foi percorrido nos últimos 50 anos de vida. Agora, outro está a começar a ser trilhado, rumo a uma Paróquia mais viva, mais família, sintonizada com Jesus Cristo e com o seu Evangelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *