Missão em Portugal: Casa dos Pobres de Coimbra – 28 a 31 de Março de 2018

Para além de ouvir as suas vivências, foi tão bom ver como os olhos dos contadores de histórias se enchiam de vida e alegria, como as suas expressões mudavam, como riam antes de terminarem uma recordação…

No dia 28 de Março, iniciou-se a “Missão em Portugal” do Voluntariado Passionista. Assim, alguns membros do Voluntariado Passionista (VPs) participaram na já tradicional visita da Páscoa à Casa dos Pobres de Coimbra, onde permaneceram até dia 31 de Março. Mal chegaram foram recebidos calorosamente pelos utentes e funcionários, fazendo sentir que esta é uma grande família, à qual os VPs pertencem e que a sua ausência foi sentida, tal é o amor e felicidade que lhes é transmitido e que os mesmos irradiam.

Os VPs colaboraram nas tarefas e rotinas que diariamente se prestam aos utentes da Casa dos Pobres, como a colaboração nas horas de refeição e apoio nos cuidados de higiene e saúde mais básicos. Mais tarde, tiveram a oportunidade de realizar uma visita à localidade.

Na quinta-feira, fizeram-se algumas decorações da Páscoa conjuntamente com os idosos, ensaiaram alguns cânticos para a Missa e cantaram aos utentes acamados. Deu-se início à celebração do Tríduo Pascal, com a Missa Vespertina da Ceia do Senhor e do gesto do lava-pés. Nela celebraram a instituição da Eucaristia, que perpetua pelos séculos o memorial da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

Na Sexta-feira Santa, com os utentes, celebrou-se a Via-Sacra, partilhando momentos de oração e reflexão e contemplando o amor extremo de Jesus Cristo que se entrega na cruz para a nossa redenção.

Após o auxílio nas tarefas diárias à hora de almoço, apesar de o São Pedro não ajudar, os VPs acompanharam os idosos num passeio pelo Buçaco, com as imprescindíveis orientações e enquadramento histórico do Sr. Maximino, terminando com um lanche convívio no Luso. Este foi mais um excelente momento de convívio e de partilha, acompanhado quer pelo acordeão do Sr. Moisés, a voz com alma fadista do Sr. Carlos e o silêncio (ZzzZzz) do Padre Bruno.

A seguir ao jantar, os VPs participaram na Celebração da Paixão, na paróquia de S. Martinho do Bispo. A noite terminou com a visualização do filme “A Cabana”, uma história que fez os VPs refletirem sobre a espiritualidade e a essência da vida, sobre a relação com Deus e com os outros, focando o sentido de justiça e de perdão.

No Sábado, sendo o dia do repouso do Senhor no sepulcro, começou com um momento de silêncio, meditação e oração. Seguiu-se um passeio com alguns utentes, pelo jardim da Casa dos Pobres, acompanhado pela partilha, dos séniores aos VPs, de histórias, experiências e lições de vida. Para além de ouvir as suas vivências, foi tão bom ver como os olhos dos contadores de histórias se enchiam de vida e alegria, como as suas expressões mudavam, como riam antes de terminarem uma recordação… A este momento, juntou-se a melodia do acordeão do Sr. Moisés, que depressa despoletou as cantorias de outros tempos e algumas mais modernas.

Ao início da tarde, os VPs despediram-se dos utentes e funcionários, num adeus repleto de afeto e carinho, numa ternura difícil de igualar, causando a sensação a todos os VPs de estarem a levitar em amor!

E de coração cheio os VPs regressaram a casa. Que dias maravilhosos, com tanto carinho partilhado e dádivas recebidas! Que gratidão enorme por vivenciar estes momentos! Fica a saudade e ânsia por um regresso em breve…

“Dais muito pouco quando dais aquilo que vos pertence. Quando vos dais a vós mesmos é que dais realmente” – Khalil Gibran

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *