Peregrinação a Fátima

No dia 21 de Setembro deste ano, dando continuidade a uma tradição que se vai sedimentando, realizou-se a IX Peregrinação Passionista a Fátima, levando à Cova da Iria Religiosos e Leigos Passionistas, oriundos de várias zonas do país, que sentem que “Na Cruz… somos uma mesma Família: a Família Passionista”.

Chegados os mais de cinquenta autocarros e vários carros particulares ao Parque 14, daí, às 10h começamos a Via Sacra pelos Valinhos rumo ao Calvário Húngaro, preparada pelo Grupo Gólgota e Juventude Passionista, acompanhados pelo tempo cinzento e pela chuva, que este ano quis também marcar presença. Ao longo do percurso, em cada estação, fomos convidados a rezar, em silêncio, por diversos dramas humanos e atuais e a construir, passo a passo, um coração, o Coração de Deus, que abarca todos os ‘crucificados de hoje’ e nos compromete na Cruz de Jesus. Chegados ao Calvário Húngaro sob chuva intensa, concluiu-se a Via Sacra com a bênção final.

O almoço, partilhado e de farnel para a maior parte dos peregrinos, e que se previa molhado, fez-se no Parque 14 sem chuva, dando espaço e criando melhores condições para às 14h, na Capelinha das Aparições, recitarmos o terço do rosário. Aí, representantes de Grupos Laicais Passionistas – Seminaristas, Rosto Solidário, Grupo Gólgota, Grupo S. Paulo e Leigos Missionários Passionistas (LMP) – aos pés da Mãe, veneramos a Senhora do Rosário de Fátima, titular e padroeira dos passionistas em Portugal, e invocamos a sua proteção materna para todos quantos partilham o carisma passionista.  

Às 15h, com a Basílica da Santíssima Trindade quase cheia, tivemos o ponto alto desta nossa Peregrinação: a eucaristia, presidida pelo P. Paulo Correia, Consultor Provincial, e concelebrada por uma dúzia de sacerdotes passionistas oriundos das Comunidades presentes em Portugal. Vários leigos, grupos e movimentos ligados às diferentes Comunidades Passionistas participaram e dinamizaram a eucaristia: com as bandeiras e estandartes, na proclamação das leituras, com os cânticos da celebração, na distribuição da comunhão, com mais de 30 acólitos, e com a dinamização da acção de graças feita pelos jovens da Juve Passio e da paróquia de Fornos (Santa Maria da Feira).

Que o início deste novo ano pastoral e lectivo, ancorado nesta Peregrinação, nos faça sentir e viver a todos, a espiritualidade que um dia Deus inspirou a S. Paulo da Cruz, e que na Cruz sejamos uma mesma Família: a Família Passionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *